Não vou me adaptar

Composição: Arnaldo Antunes
Eu não caibo mais
Nas roupas que eu cabia
Eu não encho mais
A casa de alegria
Os anos se passaram
Enquanto eu dormia
E quem eu queria bem
Me esquecia...

Será que eu falei
O que ninguém ouvia?
Será que eu escutei
O que ninguém dizia?
Eu não vou me adaptar
Me adaptar...

Eu não tenho mais
A cara que eu tinha
No espelho essa cara
Não é minha
Mas é que quando
Eu me toquei
Achei tão estranho
A minha barba estava
Desse tamanho...

Será que eu falei
O que ninguém ouvia?
Será que eu escutei
O que ninguém dizia?
Eu não vou me adaptar
Me adaptar...

Não vou!
Me adaptar! Me adaptar!
Não vou! Me adaptar!
Não vou! Me adaptar!...

" O que quereres..."


".. O quereres está sempre afim...
...Faz me querer-te bem, querer-te mal...
... Eu querendo, querer-te sempre ter fim...
...Ah bruta flor do querer..."


Tudo acontecendo ao mesmo... A vida passando cada vez mais depressa e correndo!!!
As vezes acho que tenho vivido de maneira "errada". Sei não...
Acho que tenho sido "adepta" dessa história de fazer tudo correndo. Certa vez ela me disse:
"Você não pensa nas coisas antes de fazer?? Vai fazendo??"


E naquele dia em diante percebi. Realmente não penso, vou fazendo, agindo e depois vejo o que dá...
O problema que é o resultado nem sempre é o esperado (ou dos melhores)!!
Essa minha ânsia de viver o hoje, o agora, de não me deixar o tempo (relógio) me controlar, de querer as coisas com INTENSIDADE. me levou para longe dela!!!


Não sei... Ando estranhamente estranha, neste mundo de estranhos (as).
Parece que tudo acontece agora, e sinto que a intensidade do viver agora. De fazer algo agora. Como se não houve amanhã. Essa minha mania de querer fazer as coisas darem certo... Por vezes acabo sozinha e com o coração ferido, dolorido e na mão.

Mas a intenção sempre é das melhores, sempre é na perspectiva de dar certo. De engatar algo...
Volto a afirmar (e confesso: vivenciar): CRESCER É DOLORIDO, ser gente grande parece ser legal. Mas no fundo é tão difícil, doí....

É cheio de dúvidas e incertezas. Por que não existe uma formula certa. (Talvez não deva existir uma formula certa, como viver com o coração na mão? Como amadurecer? Como aprender tudo isso sem se machucar?)

Pensamento...


"....Mesmo que eu não te veja
Posso sentir quando pensa em mim
É como não ver o sol
Mas ter certeza que está lá..."
Chimarruts


Será que quando a gente pensa muito em alguém esse alguém pensa na gente também??
Quando a gente acorda pensando em alguém, liga o rádio e toca aquela música que te lembra esse alguém. Tudo nos faz lembrar da pessoa. Passa o dia pensando na pessoa. Será que a pessoa também pensa na gente??

Será que quando alguém pensa muito na gente, a gente consegue sentir também??